Pesquisa aborda a moda carioca

Na terça, dia 16, foi divulgado um estudo sobre a moda na cidade do Rio de Janeiro. A pesquisa Territórios da Moda mapeou a atual situação do setor, sua importância para a economia da cidade e o grau de informalidade dos profissionais. Além disso, os pesquisadores identificaram novos polos da moda, formados por fábricas, confecções, estamparias e costureiras da Zona Oeste.

A pesquisa classificou a capital fluminense em 3 partes: território fashion, novos territórios e território dos ateliês. Com isso, diagnosticou que a criação delas é muito parecida com o que já há disponível no mercado e que houve expansão da produção para a classe C.

De acordo com o trabalho acadêmico, “É significativo que a maioria das empresas que, no conjunto total da pesquisa, têm maior porte e são mais bem estruturadas tanto fisicamente, com grandes instalações e maquinários para produção interna, quanto em seus processos de gestão, sejam aquelas destinadas à classe C.”

A pesquisa mostrou ainda que os consumidores desta classe estão mais exigentes e demandando roupas de maior qualidade. A coordenadora do levantamento, Elizete Ignácio dos Santos, explicou que o número de empresas do ramo no subúrbio e na Zona Oeste está crescendo a taxas mais altas do que as da Zona Sul, bairro nobre.

Principais problemas do segmento

O estudo indica que, além da falta de mão de obra qualificada e da carga tributária pesada, que são desafios comuns de todos os setores, os novos territórios de moda enfrentam ainda o preconceito ligado a suas origens e falta de conhecimento no mercado.

Por fim, o trabalho apontou possíveis soluções para fomentar o setor e como intensificar a interlocução com os territórios, além de editais de fomento, premiações e apoio ao desenvolvimento de mídias alternativas.

A pesquisa foi encomendada pelo Instituto Pereira Passos e pelo Sebrae RJ ao Centro de Tecnologia e Sociedade da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas. Foram entrevistadas mais de 600 pessoas envolvidas na cadeia produtiva da moda carioca. O estudo faz parte do programa “Rio, capital da Indústria Criativa”, da Prefeitura do Rio, na qual o objetivo é a geração de emprego e renda nos setores de moda, design e audiovisual.

Fotos: Divulgação
Virginia Negretto

Copyright © 2011 UseFashion. Todos os direitos reservados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s